Giuliana Santos
Home Acima LIVRO 2006 AdrianeJackson Alyne Marchiori Ana Alcântara Ana Costa Ana Farias Bruna Corecha Bruno Oliveira ClaudionorSilva Jr Cristiane Lopes Débora Macedo Edvilson SilvaJr Felipe Carvalho FranciscaVieira Gabriela Rocha Giuliana Santos Gleidson Sousa Jeanny Karlla Joelma Costa José MªCosta Jr Juliana Silva Karine Corecha Kerollen Costa Laís Bibas Larissa Alves Liege Arruda Lorena Ramos Luísa Silva Naina Jardim OsmarcelinaCardoso Priscila Silva RaimundoVictor RamayanaPena Sálua Fayal Samuel Aquino ShirsellemCosta Vanessa Alves Waldecy Cunha Jr

 

 

I Concurso de Redação "Minha água, minha vida"

Realização HIGISERVICE-Y.YAMADA - Dia Mundial da Água 2006

GIULIANA DOS SANTOS PINHEIRO
7ª série do Ensino Fundamental 
E.E.F. Berço de Belém / Belém - PA
 

 

ÁGUA:  LÍQUIDO PRECIOSO

Falar de água é falar de homem, de natureza, de sobrevivência, de conscientização.  São inúmeras as formas de utilização da água pelo homem e, paralelamente, inúmeras são também as formas de desperdício e maus tratos do homem com a natureza e, conseqüentemente, com a água, que é o líquido mais precioso que existe no planeta.

 O homem utiliza a água de maneira mais simples e rotineira, como tomar banho até a mais inteligente como através da utilização da energia elétrica, produzida com a força da água, através das hidrelétricas.

A relação que o homem vem mantendo há muito tempo com a natureza é uma relação de transformação.  Contudo, essa transformação na maioria das vezes tem sido ainda, de inconseqüência e irresponsabilidade –atirando lixo caseiro nos rios, latas, vidros, garrafas de plásticos que poderiam ser recicladas e que demoram anos para se destruírem, acumulando lixo e poluindo rios importantes, como o rio São Francisco.  Tudo em conseqüência de comodismo e muitas vezes devido à ganância do homem.  Oceanos e mares não escapam também, com o derramamento de óleo, através dos navios das grandes e ricas empresas.

Mas, assim como existe esse lado, que bom que existem Organizações criadas para lutar a favor da preservação da água, e em prol de uma relação saudável com a natureza, conseqüentemente, em prol de uma vida saudável do homem.  Porque quando o homem mantém uma relação saudável com a natureza, está trabalhando para sua saúde física e social, contribuindo para diminuição de doenças e da irregularidade dos fenômenos naturais como vem acontecendo com freqüência, a nível mundial.

A sociedade não pode perder a esperança, de que através da conscientização e da educação, conseguirá despoluir a água dos rios, mares e oceanos, transformando a natureza com responsabilidade e de maneira saudável.

 

Giuliana dos Santos Pinheiro 
7ª série do Ensino Fundamental 
E.E.F. Berço de Belém / Belém - PA

 

[MÚSICA 'MOLHADA']  [OUTRAS REDAÇÕES-2006]