Maio 1999
Home Acima Dezembro 1998 Janeiro 1999 Fevereiro 1999 Março 1999 Abril 1999 Maio 1999 Junho 1999 Julho 1999 Agosto 1999 Setembro 1999 Outubro 1999 Novembro 1999 Dezembro 1999 Janeiro 2000 Fevereiro 2000 Março 2000 Abril 2000 Maio 2000 Junho 2000 Julho 2000

 

REFLEXÕES  SOBRE  A  ÁGUA...
Tudo o que você precisa saber sobre a água, agora também na Internet: sergiosilva@higiservice.com.br

==ANO IX == Nº. 106 ===== MAIO / 1999 ==== Colaboração Sergio Silva ======

CUTOLO QUER ÁGUA E ESGOTO PRIVATIZADOS 
A privatização das empresas de saneamento é a “única saída” para a manutenção dos investimentos em serviços de água e esgoto. Ao menos esta é a opinião do secretário de Desenvolvimento Urbano, Sergio Cutolo, que vê o desenvolvimento do setor “amarrado” pela carência de recursos e ineficiência das estatais. Segundo ele, para reduzir o déficit na oferta de água e esgoto no país são necessários hoje cerca de R$ 3 bilhões. 
Esta notícia, veiculada em 29 de abril, foi publicada pelo Jornal do Brasil e também encontra-se na íntegra na Internet, em http://www.jb.com.br/brasil.html#Cutolo, para quem quiser conferir.  
Como já temos comentado freqüentemente, a carência na oferta de água para consumo está sendo uma preocupação mundial. Tanto é que os países desenvolvidos estão começando a tomar medidas práticas para economiza-la. Como exemplo, a nota publicada pela coluna de Ricardo Boechat de 28 de abril informou que o primeiro ministro britânico, Tony Blair, resolveu atacar o desperdício de água na Inglaterra, anunciando um novo modelo nacional de vaso sanitário que gastará seis litros por descarga, contra os 7,5 litros dos vasos atuais. O colunista, mantendo o seu estilo sarcástico, aproveitou para ironizar dizendo que o próximo passo “será pedir ao súditos de Sua Majestade que comam menos” e que, afinal, como diz FH, “quem não tem cão, caça com gato”. 
Pilhérias à parte, acreditamos que o custo com a substituição dos vasos será plenamente recompensada a longo prazo. A redução de 1,5 litro de água em cada descarga representará uma economia de 20% em toda água utilizada para essa finalidade. Simples e eficaz! 

GOVERNO PROMETE CONTINUAR COMBATENDO SECA NO NORDESTE 
Aluísio Sotero, superintendente da Sudene, afirmou ter conseguido do governo federal a garantia de que o programa de "Combate aos Efeitos da Seca” será mantido, através de remanejamento de recursos, até quando as áreas atingidas pela seca, em Alagoas, Rio Grande do Norte, Paraíba e Agreste de Pernambuco, tenham condições de retomar as suas atividades produtivas e recuperar os seus reservatórios hídricos. 
Uma das graves conseqüências dessa seca é o racionamento de água que atinge a população de Recife. Por incrível que possa parecer, a capital pernambucana tem um dia de abastecimento de água para quatro dias de paralisação da rede pública. Além do imenso transtorno que isso impõe à população e dos altos preços que os donos de caminhões pipa passaram a cobrar para abastecer os prédios, o racionamento contraria a Portaria nº. 36 do Ministério da Saúde, causando pressão negativa na rede. 

PROJETO PARA AGRICULTURA E ÁGUA NO NORDESTE 
O ministro de Secretaria Especial de Desenvolvimento Regional, Ovídio de Angelis, anunciou a assinatura de um protocolo preliminar com o governo da Espanha, de US$ 650 milhões, para um programa destinado a transformar o semi-árido nordestino em área produtiva auto-sustentável. 
O financiamento será a juros de 4% ao ano e resgate dos recursos a longo prazo. Segundo Angelis, o contrato será assinado 90 dias após o protocolo para recebimento dos US$ 650 milhões. O financiamento faz parte de um projeto orçado em R$ 1 bilhão, que consiste na transferência de até 70 metros cúbicos por segundo de águas do rio São Francisco para outros oito rios do nordeste. Estes rios, que banham os estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, ficariam perenizados.  
Durante mais de vinte anos, o geólogo João Alberto Bottura, pesquisador do IPT paulista, trabalhou em projetos de estudos de águas subterrâneas no Nordeste, mas os seus trabalhos permaneceram nos arquivos dos vários órgãos públicos brasileiros que os encomendaram, por falta da decisão política de aproveitá-los. 
A certeza de que não falta água no Nordeste não é nova. Em 1984, o famoso Projeto Radam, do Ministério das Minas e Energia, constatava a existência de um potencial de 220 bilhões de metros cúbicos de água nas áreas mais afetadas pelas secas, sendo 85 milhões na superfície e 135 milhões subterrâneas. 
Suficiente para o naufrágio da "indústria da seca". 

        C O N T A - G O T A S      

Em profundidades abaixo dos 200 metros, seres marinhos não precisam de visão - A claridade do Sol penetra na água do mar até cerca de 200 metros, aproximadamente. Esta é a razão pela qual a maior parte dos seres que vivem em tais profundezas são destituídos de visão. Alguns poucos, entretanto, dispõem de processos orgânicos capazes de produzir sua própria luz. 

Gênios artísticos praticavam excentricidades para "pensar melhor" - Gênios artísticos são realmente criaturas excêntricas. O alemão Goethe só escrevia de pé. Beethoven despejava água gelada na cabeça, para "estimular o cérebro". Balzac acreditava que o café é que era fonte de inspiração. E o campeão de xadrez Emanuel Lasker fumava cigarro "mata-rato", para poder pensar melhor. 

=============
"Enquanto houver seca no nordeste, haverão políticos interessados em perpetuá-la." 
( S. Silva )

                              [ ÍNDICE ]                                 Até breve!                     
Sergio Silva