Janeiro 2000
Home Acima Dezembro 1998 Janeiro 1999 Fevereiro 1999 Março 1999 Abril 1999 Maio 1999 Junho 1999 Julho 1999 Agosto 1999 Setembro 1999 Outubro 1999 Novembro 1999 Dezembro 1999 Janeiro 2000 Fevereiro 2000 Março 2000 Abril 2000 Maio 2000 Junho 2000 Julho 2000

 

REFLEXÕES  SOBRE  A  ÁGUA...
Tudo o que você precisa saber sobre a água, agora também na Internet: sergiosilva@higiservice.com.br

==ANO X== Nº. 114 ===== JANEIRO / 2000 ==== Colaboração Sergio Silva ======

CUIDADOS NA ESTAÇÃO DAS CHUVAS 

Com a chegada do inverno, os postos de saúde e os hospitais ficam superlotados  de pessoas apresentando os sintomas das chamadas doenças de inverno. Essas moléstias não escolhem classe social para atacar e fazer as suas vítimas que, em muitos casos, poderiam ter evitado a doença com cuidados bem simples e eficazes. 

Pobres ou ricos, todos estão sujeitos a contrair leptospirose, hepatite, gastrenterites e outros males que fazem muitas vítimas entre aqueles que têm contato com as águas de enxurradas ou de praias contaminadas. 

As enxurradas que correm pelas valas urbanas e que, com freqüência, alagam as ruas e avenidas, particularmente nas partes mais baixas da cidade; contêm inúmeros tipos de agentes patogênicos, inclusive provenientes de fezes e urina de ratos e de outros animais. Portanto é necessário redobrar as atenções com o controle de pragas durante o período das chuvas. Insetos e roedores, desalojados pelas chuvas, invadem as casas em procura de abrigo e alimentos. 

Nesse período os limpadores de fossas, desentupidores de esgotos e controladores de pragas, são mais requisitados e importantes do que nunca. São profissionais extremamente abnegados, pois ajudam a evitar a proliferação de muitas doenças, mesmo com o risco da própria saúde, devido ao seu contato diário com substâncias altamente contaminadas. 

Dedetizadores e desratizadores, são trabalhadores extremamente cuidadosos, que lidam com venenos muito poderosos e não podem ter o menor descuido, sob risco de vida. Em sua meritória atividade todo cuidado é pouco. 

É nesta época do ano, em nossa região, que devemos estar mais atentos com as questões do saneamento ambiental e providenciar o esgotamento de fossas, desentupimento de esgotos e o extermínio de cupins, insetos e ratos. 

Se acaso você ainda não tomou essas providências antes do início das chuvas, aqui mesmo, neste seu exemplar do Jornal do Síndico, você poderá encontrar diversos anúncios de empresas que estão habilitadas a lidar substâncias contaminadas ou venenosas, que são devidamente credenciadas pelos órgãos competentes para lidar com essas substâncias. 

Convém lembrar também, que as crianças devem ser impedidas de brincar nas enxurradas. É grande o risco de contrair leptospirose. As frutas, legumes e verduras (que são consumidas cruas) devem ser muito bem lavadas. Nem sempre as hortas e pomares são irrigados com água livre de contaminação. E, finalmente, se apesar do inverno, você decidir ir à praia, certifique-se com as autoridades sanitárias, de que suas condições de balneabilidade tenham sido examinadas e estejam adequadas ao banho!

O MOVIMENTO DAS ÁGUAS 
Ao longo de milhões de anos, praticamente nada se perdeu do estoque original de água do nosso planeta. A mesma água que você já bebeu, está sempre sendo bombeada pelo chamado ciclo hidrológico, iniciado quando o calor do Sol aquece a superfície dos continentes e dos oceanos, fazendo com que uma parte das moléculas de água evapore e suba ao céu. Além disso, ao transpirar, os seres vivos também contribuem para a reserva de vapor da atmosfera. Em determinado momento, esse vapor se condensa e volta à forma liquida, transformado em chuva, cuja maior parte (cerca de 2/3), cai sobre os oceanos.
Graças às correntes marinhas as moléculas de água passeiam entre a superfície e o fundo, numa viagem que pode durar até 1.000 anos ou mais. O restante, se não vai para os rios e lagos, infiltra-se na terra. No subterrâneo, segundo o ciclo natural, o líquido precioso pode ficar até 10.000 anos ou mais, conforme a profundidade do lençol aquático, até borbulhar em alguma nascente ou mesmo jorrar em um fumegante gêiser. Nesse instante, finalmente, retorna à superfície para, depois de certo tempo - alguns dias ou até milhões de anos - essa água evaporar e chover novamente. E então, quem sabe, saciar a sede de outro ser vivente na forma de um refrescante copo d’água. Afinal, todas as chamadas reações bioquímicas dependem desse fluído vital. É por isso que, se não houver a renovação do estoque de água no organismo, o ser humano pode morrer de sede em até dois dias. Vamos cuidar bem da água? 

        C O N T A - G O T A S       

VOCÊ SABIA... que é possível economizar mais de 12 litros de água, a cada vez que lavar o rosto, apenas usando a torneira menos aberta?

...que ao se barbear o consumo de água pode chegar até a 80 litros; ou apenas 2 se a torneira ficar aberta só para se fazer a espuma e depois lavar o rosto?

...que fechando a torneira ao se ensaboar, você pode economizar 200 litros de água em cada banho de 15 minutos?

...que a água doce disponível no mundo é um bem finito, a ser preservado para as futuras gerações, e que você também é responsável por isto?

...que você pode evitar muito desperdício, simplesmente adotando o uso racional da água e divulgando a importância desta necessidade para parentes e amigos?

...que valorizar a água e preservar a sua qualidade é uma das formas de garantir o futuro e defender a vida?


===========

"A quantidade de água doce existente no Brasil, é superada somente por sua taxa de desperdício."  (S.Silva)

                              [ ÍNDICE ]                                 Até breve!                     
Sergio Silva