Fevereiro 2000
Home Acima Dezembro 1998 Janeiro 1999 Fevereiro 1999 Março 1999 Abril 1999 Maio 1999 Junho 1999 Julho 1999 Agosto 1999 Setembro 1999 Outubro 1999 Novembro 1999 Dezembro 1999 Janeiro 2000 Fevereiro 2000 Março 2000 Abril 2000 Maio 2000 Junho 2000 Julho 2000

 

REFLEXÕES  SOBRE  A  ÁGUA...
Tudo o que você precisa saber sobre a água, agora também na Internet: sergiosilva@higiservice.com.br

==ANO X== Nº. 115 ===== FEVEREIRO / 2000 ==== Colaboração Sergio Silva ======

FEBRE AMARELA ATACANDO COM CASOS FATAIS
A nota técnica distribuída pela Fundação Nacional de Saúde, em 27 de janeiro, afirmou que não existem casos de Febre Amarela urbana no Brasil e que todos os casos confirmados são de Febre Amarela silvestre, que acometeram pessoas que se deslocaram para áreas rurais onde a circulação do vírus amarílico é habitual entre animais em regiões endêmicas – região Norte, Centro-Oeste e oeste do Maranhão. Na verdade, seja qual for o tipo, a doença é muito perigosa. A Fundação admite um total de 71 casos em 1999, com um total de 25 mortos, tendo o Pará registrado 36 casos, com 9 óbitos.
A febre amarela é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue, e pode matar dentro de três a nove dias. Quem pega a doença tem febre, desânimo, dor de cabeça, vômitos e outros sintomas. O mosquito transmissor se parece com um pernilongo ou muriçoca. Ele fica em áreas onde há água limpa e parada, faz a postura de seus ovos e garante a proliferação da espécie.
Não permita água parada em latas vazias. Pneus velhos devem ser descartados  ou mantidos secos e protegidos da chuva. As bandejas dos vasos de plantas escoadas diariamente e a caixa d´água sempre bem tampada. A cisterna também deve ser fechada, sem nenhuma abertura.
Além desses cuidados que visam impedir a proliferação do mosquito, é necessário manter a vacinação das pessoas em dia. Só a vacina garante você e toda sua família contra a febre amarela. Procure informações no Posto de Saúde mais próximo de sua casa. Leve o cartão de vacinação das crianças. Acima de seis meses de idade, todos devem tomar a vacina, mesmo que já tenha sido vacinado antes. Quem mora nas regiões de risco e por alguma razão não tomou a vacina tem de tomá-la logo. E se você vai viajar para essas regiões também tem de tomar a vacina, no mínimo 10 dias antes. Procure os postos de saúde ou postos da campanha de vacinação contra a gripe e da vacinação infantil. 

DENGUE E FEBRE AMARELA 
Tais doenças apresentam semelhanças: ambas são doenças virais e têm o mesmo mosquito como transmissor principal. Por outro lado, apresentam fatores fundamentais, que podem fazer a diferença entre a vida e a morte. Havendo suspeita procure um médico sem demora.

 

EFEITOS DAS AÇÕES DE SANEAMENTO: PROMOÇÃO DE SAÚDE 
Água de boa qualidade para o consumo humano e o seu fornecimento contínuo, asseguram a redução e o controle de diarréias, leptospirose, cólera, dengue, febre amarela, febre tifóide, tracoma, hepatites, esquistossomose, conjuntivites, poliomielite, escabioses e malária.
Coleta regular, acondicionamento e destino final bem equacionado do lixo diminuem a incidência de casos de peste, febre amarela, dengue, toxoplasmose, teníase, leishmaniose, cisticercose, salmonelose, leptospirose, cólera e febre tifóide.
Melhorias sanitárias domiciliares de Habitação Rural estão diretamente relacionadas com a redução de doença de Chagas, esquistossomose, diarréias, verminoses, escabioses, tracoma e conjuntivites.  
Drenagem e esgotamento sanitário são fatores que contribuem para a eliminação de vetores da malária, diarréias, verminoses, esquistossomose,  cisticercose e teníase. (Fonte: Fundação Nacional de Saúde) 

        C O N T A - G O T A S         

VOCÊ SABIA... que as doenças relacionadas a seguir são “de notificação compulsória” por lei federal?  Veja a lista: Cólera, Coqueluche, Dengue, Difteria, Doença de Chagas (casos agudos), Doença Meningocócica e outras Meningites, Febre Amarela, Febre Tifóide, Hanseníase, Hantaviroses, Hepatite B, Hepatite C, Leishmaniose Visceral, Leptospirose, Malária (em área não endêmica), Meningite por Haemophilus influenzae, Peste, Poliomielite, Paralisia Flácida Aguda, Raiva Humana, Rubéola, Síndrome da Rubéola Congênita, Sarampo, Sífilis Congênita, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), Tétano, Tuberculose.

===========
A FUNASA é responsável pela promoção e assistência à saúde e pela prevenção e controle de doenças dos 326 mil índios brasileiros.
=========== 
A política de atendimento integral à saúde indígena respeita os aspectos étnico-culturais, as relações políticas e a distribuição espacial dos 215 povos indígenas brasileiros.
===========

" A grandeza não consiste em receber as honras, mas em merecê-las."

( Aristóteles, citado por Oigres Roberto Baruch Silva 
 Diretor da Gerencial Seguros )

                              [ ÍNDICE ]                                 Até breve!                     
Sergio Silva